FUNERÁRIAS QUE APOIAM A POLÍCIA CIVIL COMEÇAM A REMOVER CORPOS NA GRANDE BH: R$ 92,00 POR CORPO REMOVIDO

Começaram a atuar nesta terça-feira (28) duas funerárias que auxiliarão o serviço dos rabecões da Polícia Civil. A Jada Pax e a Cintra foram contratadas por meio do processo de licitação. As duas empresas prestarão  serviço terceirizado de remoção de corpos na região Metropolitana de Belo Horizonte, e poderão ser acionadas a qualquer momento. Para cada corpo removido, a empresa receberá R$ 92 do Estado.

A Funerária Jada Pax atenderá às cidades de e Florestal, Juatuba, Mateus Leme, Igarapé, Betim, São Joaquim de Bicas, Mário Campos, Sarzedo, Ibirité, Brumadinho, Itatiaiaçu, Rio Manso, Moeda, Crucilândia e Piedade dos Gerais. Já a Funerária Cintra atenderá a Contagem, Esmeraldas, Ribeirão das Neves, Vespasiano, São José da Lapa, Pedro Leopoldo, Confins, Matozinhos e Capim Branco.

Mas ainda há cidades com déficit de veículos para remover corpos. Conforme a Polícia Civil, até o momento, nenhuma empresa apresentou interesse em atender às cidades de Baldim, Jaboticatubas, Lagoa Santa, Taquaraçu de Minas, Nova União, Santa Luzia, Sabará, Caeté, Raposos, Nova Lima, Rio Acima, Serra do Cipó, Santana do Riacho, Cardeal Mota, São Gonçalo do Rio Abaixo e São José de Almeida. Um novo edital será publicado.

Terceirização

 A terceirização do serviço de remoção de corpos foi determinada pela chefia da Polícia Civil e pelo próprio governador, Antonio Anastasia, como alternativa para resolver o problema da demora dos rabecões na região metropolitana. Atualmente, a instituição possui sete veículos disponíveis para atender a região, sendo que um deles faz parte da frota dos 30 rabecões adquiridos por meio de licitação. Os outros 29  devem chegar nos próximos dias, e servirão também para ampliar a capacidade de atendimento em outras regiões do Estado.

Newer Posts Older Posts
© Copyright Traduzido Por: Mais Template | Designed By Code Nirvana
Back To Top