SUSPEITO DE EXECUTAR POLICIAL CIVIL É PRESO EM BELO HORIZONTE



Será apresentado nesta sexta-feira (1º) um dos suspeitos de matar o policial civil Wellington Willian de Oliveira. O investigador foi executado a tiros na noite da última quarta-feira (30), no bairro Jardim Inconfidência, região noroeste de Belo Horizonte.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Rodrigo Bossi, um segundo envolvido no crime permanece foragido.

Entenda o caso

O corpo do policial, de 43 anos, foi achado caído no cruzamento entre as ruas Doutor David Rabelo e José Romano. De acordo com os militares do 34º Batalhão da Polícia Militar, ele foi baleado pelo menos seis vezes e morreu antes da chegada do socorro.

Por meio de informações de testemunhas, dois suspeitos de cometer o crime foram detidos. Davidson Patrício Diniz Magalhães, de 19 anos, o "Tatu", e M.F.R.S, de 14, foram acusados de terem participado do homicídio e, em seguida, fugirem para uma casa localizada no final da rua José Romano, também no bairro Inconfidência. Na residência denunciada, os policiais encontraram a dupla dormindo.

Ao serem questionados sobre o assassinato, os suspeitos confessaram que presenciaram a execução do policial, mas negaram qualquer envolvimento. Conforme os detidos, Oliveira foi baleado por dois jovens em uma motocicleta.

Fonte: R7
Newer Posts Older Posts
© Copyright Traduzido Por: Mais Template | Designed By Code Nirvana
Back To Top